Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correio de Torroselo

Defensor dos interesses de Torroselo, de Seia e da Região da Beira Serra

Correio de Torroselo

Defensor dos interesses de Torroselo, de Seia e da Região da Beira Serra

27/06/16

1.º Aniversário do jornal LETRAS DO ALVA

 

 1.º Aniversário do jornal LETRAS DO ALVA

letras alva 001.jpg

A Direcção do jornal Letras do Alva comemorou no passado dia 25 de Junho o seu primeiro aniversário. Para o efeito foi atempadamente enviado o convite aos assinantes, leitores e diversas entidades que a Direcção entendeu convidar. Dessa feita marcaram presença no almoço e restante evento que se realizou na Quinta do Crestelo as seguintes individualidades a quem muito agradecemos a presença e as palavras que tiveram a oportunidade de proferir:

 

- Deputado na Assembleia da República Dr. Carlos Peixoto;

- Vereadora do Município de Seia Eng.ª Cristina Sousa;

- Presidente da Assembleia da União de Freguesias Torroselo/Folhadosa

- Presidente da União de Freguesias Torroselo/Folhadosa

- Presidente da Fundação Aurora Borges e Director do jornal St-ª Marinha

- Presidente da Fundação Dr. António Tovar Magalhães – Folhadosa

- Dirigente do Lar de Melo (Gouveia)

- Presidente da Banda Torroselense Estrela D´Alva

- Presidente da Comissão CIT

- Juiz da Irmandade das Almas de Folhadosa

- Presidente da União de Freguesias de Seia. S. Romão e Lapa

- Representantes da empresa Anporgest/Pedrasina/Climacold

- CEO da empresa GATE 21, António Braz Campos

- Gerente dos combustíveis BP Seabra&Campos

- Colaboradores do jornal

- Assinantes do jornal          

- Amigos

 

Outros amigos quereriam também marcar presença como foi o caso do Sr. Bispo da Guarda, D. Manuel Felício e do Sr. Tenente Coronel Cunha Rasteiro, mas a vida profissional fez com que não pudessem estar presentes, contudo foram enviadas mensagens de incentivo e de felicidades para o jornal.

 

O evento iniciou-se pelas 13 horas com a sessão de abertura de boas vindas dada pelo Director do jornal, Luis Silva, que agradeceu a presença de todos e a ausência daqueles que ali gostariam de estar mas por diversas razões não lhes foi possível.

 

O Sr. Director fez uma breve introdução sobre o jornal, referindo que este é um projecto que comemora neste mês 1 ano de existência e que já muito contribuiu para uma maior projecção e divulgação do que vai sendo feito nas nossas terras pelas nossas gentes pelas nossas colectividades. Mais referiu que o jornal tem sido considerado como um exemplo de Cultura Democrática porque reúne nos seus órgãos de Direcção pessoas com ideias diferentes, visões diferentes e pensamentos diferentes que através deste meio têm conseguido trabalhar em conjunto para o mesmo fim, o da promoção das nossas aldeias inseridas no Vale do Alva, um vale esquecido e que para muitos se trata do maior diamante do ponto de vista turístico que temos na nossa região.

O jornal LETRAS DO ALVA trata-se portanto de um órgão de comunicação social democrático, abrangente e plural e não um órgão de comunicação político ao serviço de quem quer que seja. A política é para os políticos de quem nós simples cidadãos apenas esperamos que dêem o seu melhor em prol das nossas terras, da nossa região e das nossas gentes para que possamos todos ter melhor qualidade de vida, adiantou.

 

Mais disse que a imprensa regional e neste caso o JORNAL LETRAS DO ALVA surge para escrever a história do que se vai passando para que os nossos sucessores, os nossos jovens e homens e mulheres de amanhã possam ter algum documento escrito sobre como é que as coisas surgiram ou não surgiram nas nossas terras.

Infeliz da terra que não tem ninguém que escreva a sua história…

 

Voltando ao objectivo nuclear do surgimento do jornal LETRAS DO ALVA que é a promoção do vale do alva, Luis Silva recordou o que escreveu em Junho de 2011 o recentemente falecido Professor Silva Brito que escreveu um artigo de opinião com o seguinte título: “Vale do Alva: Um Tesouro à espera de acção”.

 

Mais referiu que um dos cartazes turísticos com maiores potencialidades do concelho de Seia é, sem dúvida, o Vale do Alva. Os concelhos vizinhos de Oliveira do Hospital e Arganil há muito se deram conta desta realidade e têm levado a cabo iniciativas concretas, todas elas tendentes ao aproveitamento turístico do rio que nasce no Vale do Rossim e desagua no Mondego.


Luis Silva deixou entretanto uma opinião aos representantes das Juntas das Freguesias sitas no vale do Alva para a criação de percursos pedonais em conjunto, pois, seria decerto preciosa a cooperação e colaboração das Juntas de Freguesia e associações locais, que conhecem bem os trilhos e que, poderiam em conjunto desenhar um mapa que permitisse aos caminhantes descobrir os mais ricos e os mais belos recantos deste vale magnífico e das nossas aldeias, aliás, uma ideia há muito defendida por outros actores desta região mas que nunca se concretizou.


Em suma o surgimento do jornal Letras do Alva representa para o concelho de Seia um chamar de atenção para esta zona do Concelho, que, além das praias fluviais tem ainda muito mais para oferecer a quem procura Seia para conhecer e visitar e com investimentos relativamente baixos poderia olhar-se com um pouco mais de atenção para o desenvolvimento turístico do Vale do Alva.

Vereadora Cristina Sousa usou da palavra

Após o almoço convívio usou da palavra a Sr.ª Vereadora do Município de Seia, Cristina Sousa, que agradeceu o convite e aproveitou para dar os parabéns ao jornal pelo seu primeiro aniversário desejando longa vida aos seus directores e mostrou o total interesse da Câmara Municipal em colaborar com o envio de notícias através de parceria assim como com o que for necessário desde que a informação chegue ao conhecimento do Sr. Presidente.

 Paulo Pina, Presidente da União de Freguesias de Seia,Romão e Lapa dos Dinheiros usou da palavra

Quem também marcou presença e usou da palavra foi Paulo Pina, Presidente da União de Freguesias de Seia, S. Romão e Lapa para agradecer o convite, fazendo ao mesmo tempo uma breve promoção ao festival músicas do bosque o qual teve de deixar por breves momentos para poder estar presente no aniversário do jornal. Paulo Pina também mostrou interesse em colaborar com o jornal sendo que considera um projecto muito interessante até do ponto de vista histórico e do registo daquilo que se vai fazendo nas nossas aldeias, pois o jornal para o Presidente da União de Freguesias de Seia, S. Romão e Lapa também tem essa função de lembrar um dia aos que hoje são mais novos como é que as “coisas” aconteceram.

Miguel Sousa, Presidente da União de Freguesias de Torroselo e Folhadosa usou da palavra

 Miguel Sousa, Presidente da União de Freguesias de Torroselo e Folhadosa agradeceu o convite e usou da palavra para falar sobre a importância que patenteia para a União de Freguesias que representa ter um jornal como o Letras do Alva. Mais referiu que se trata de um jornal onde é possível publicar o que de bom e menos bom se vai passando, pois um jornal também serve para publicar o menos bom. Deu os parabéns à Direcção e desejou muitos anos de vida ao jornal.

 Sub-Directora nomeada durante o evento

 Posteriormente aos discursos das várias entidades representadas foi foi nomeada a Sub-Directora do jornal, Ana Maria Baptista, profissional da área da comunicação social na Câmara Municipal de Lisboa, distinta Torroselense que desde o início tem colaborado com o jornal desde a primeira edição e que agora decidiu aceitar o convite para os órgãos de Direcção. Ana Maria Baptista referiu a importância para quem como ela vive fora da sua terra saber das noticias da sua terra pelo jornal LETRAS DO ALVA. Mais apelou a que o próprio Municipio de Seia possa olhar com mais atenção para estes projectos locais, neste caso de comunicação social e que os possa ajudar mais não só através do envio de informações para publicação como também financeiramente, dando como exemplo o boletim municipal que acarreta custos para os municípios e que estes jornais locais poderão ser um aliado forte do município publicando as informações que vêm nos boletins municipais e com isso divulgando-as e ao mesmo tempo contribuindo para a redução de custos das autarquias. Ana Maria Baptista assinou a declaração de aceitação do cargo de Sub-Directora e tudo prometeu para ainda fazer mais e mais pela divulgação e promoção sua terra natal e pelo jornal.

Deputado Carlos Peixoto usou da palavra

 Carlos Peixoto, Deputado na Assembleia da República eleito pelo círculo da Guarda trouxe até nós informações muito actualizadas sobre as novas ferramentas da comunicação social e os novos desafios. Apesar de leitor confesso do jornal Expresso, Carlos Peixoto deu como exemplo a página do “Observador” como sendo um bom exemplo do que é hoje a forma de informar dos meios de comunicação. Apoiado num livro da Entidade Reguladora para a Comunicação o deputado avançou com várias estatísticas sobre a imprensa escrita que dão conta do decréscimo de tiragem que os jornais estão a ter deixando o conselho para se apostar em novas formas de comunicação através de assinatura on line, pois os dados estatísticos indicam uma forte diminuição das tiragens dos jornais em versão papel temendo-se que num curto espaço de tempo esta forma de informar deixe de ser utilizada por força das mudanças que ocorrem no mundo. Carlos Peixoto agradeceu o convite e foi “desafiado” por representantes de Entidades/Organizações presentes no evento a visitar as Instituições que muita honra terão em o receber e falarem sobre os problemas que têm de lidar no dia-a-dia.

 Eduardo Cabral, Director do Jornal Santa Marinha deu um testemunho sobre os 24 anos do jornal que dirige

 Quem marcou presença a convite da Direcção do jornal LETRAS DO ALVA foi Eduardo Cabral, Presidente da Fundação Aurora Borges e Fundador e Director do jornal de Santa Marinha, que deu o seu testemunho sobre a forma como tem dirigido o jornal nos quase 24 anos de existência. Referiu que o sucesso do jornal tem passado por ser um jornal que dá voz a toda a gente. Não se assume como um jornal ao serviço da de ninguém em particular mas sim das pessoas sejam elas de que partido, clube de futebol ou religião forem. O jornal Santa Marinha está ao serviço do Concelho de Seia. Mais referiu que o jornal já foi semanal, quinzenal e agora é mensal. Também tem presença na internet através do site e que tem uma triagem de 3.500 exemplares. Eduardo Cabral agradeceu o convite que lhe foi dirigido e aceitou-o de imediato por considerar que o objectivo do Letras do Alva que é a promoção do Vale do Alva tem mérito por isso mesmo e como tal é um meio ao serviço daquela região que deve ser aproveitado pelas várias forças politicas, sociais, culturais, desportivas e por todos deve ser acarinhado.

Mesa redonda

 Em jeito de mesa redonda todos os participantes no evento puderam usar da palavra, dialogarem com quem entenderam, questionarem quem entenderam, dando assim lugar a um conjunto de intervenções muito importantes relacionadas com as organizações que cada um representa e pela forma voluntária mas extremamente dedicada em como cada um está nelas.

Feira Medieval de Torroselo

Em jeito de informação e divulgação da Feira Medieval de Torroselo que vai decorrer nos dias 1,2 e 3 de Julho, Tiago Cardoso, Presidente da CIT deu a conhecer o programa da feira e apelou aos presentes para visitarem o evento que ano após ano a organização tudo faz para que seja melhor e chame cada vez mais gente à localidade. Mais referiu que apesar de Torroselo e o Concelho de Seia não terem Castelo a vontade da organização não é por isso que não é a de promover o espirito medieval dentro daquilo que são as nossas ruas à moda antiga e a decoração que a feira tem e proporciona.

Livro “Vale do alva o nosso tesouro”

Posteriormente a todas as intervenções foi entregue a todos os presentes o Livro “Vale do alva o nosso tesouro” que reúne artigos de opinião e as entrevistas feitas ao longo deste primeiro ano, assim como uma singela homenagem a titulo póstumo ao Professor Silva Brito

 Bolo de aniversário

Como não há aniversário sem bolo, já passava das 17 horas quando se cantaram os parabéns ao jornal e se brindou à sua longa vida.

Relativamente à edição foram referidos os seguintes dados:

 O Jornal LETRAS DO ALVA nasceu há 1 ano, tem uma periodicidade bimestral e com permanência diária no facebook muitas vezes com noticias da região e do Concelho em primeira mão. Tem também presença em várias plataformas do blogger onde tem uma página mais fixa. Tem também presença na televisão no KANAL 807311 no MEO onde podem ser vistos vídeos da nossa região e do nosso Concelho sobre tradições locais, culturais e até provas desportivas, concertos e outras temáticas;

 

Em Dezembro último foi nomeado o Director-Adjunto Tiago Domingues que tem contribuído de forma exemplar para o sucesso deste projecto, promovendo-o, escrevendo, partilhando noticias, e divulgando o jornal sempre que pode e onde pode.

O Objectivo que une a Direcção do jornal é a promoção das nossas terras e do vale do alva. Aliamos a tradição à cultura e à comunicação ao darmos a conhecer as artes em vias de extinção. Temos também uma missão do ponto de vista da promoção turística da serra da estrela e vale do alva;

 

Como dizia o presidente da União de Freguesias de Seia, S. Romão e Lapa, Paulo Pina, “alguém tem que escrever a história das nossas terras” caso contrário no futuro não haverá registos de nada. Fusão de ideias e pensamentos sobre as nossas terras ainda que isso possa ser chamado de cultura democrática, porque o é;

 

No dia 1 de Junho marcámos presença a convite da Dr.ª Edite Estrela, na comissão de cultura, juventude e desporto da assembleia da república onde deixámos uma intervenção que pode ser lida no site da 12.ª Comissão da Assembleia da República. O tema foi sobre a comunicação social e os seus desafios.

 

Mais foi dito que o jornal versão papel em apenas 1 ano chega neste momento às nossas terras, ao Concelho de Seia, Coimbra, Porto, Lisboa, Sintra, França, Canadá, EUA e Brasil. Já ajudaram familiares a encontrarem outros familiares que não sabiam do paradeiro uns dos outros (aconteceu já por duas vezes BRASIL); Só registamos e fazemos notícias porque as associações e colectividades fazem “coisas”, exemplo a feira medieval que se realiza já no próximo fim-de-semana;

 

O jornal também só é possível existir porque existem uma diversidade de colaboradores que contribuem com as suas opiniões; (temos colaboradores em Torroselo, Folhadosa, Vila Cova, Sandomil) mas vamos ter também da escola superior de turismo e hotelaria, queremos ter a colaboração das juntas de freguesia que se encontram nesta área geográfica do alva bastando para isso que nos enviem as notícias das suas terras e mais recentemente a Câmara Municipal aceitou o nosso pedido de colaboração na divulgação das suas notícias o que estamos a fazer há cerca de 2 meses a esta parte;

 

Tal como divulgamos na internet também temos o jornal em versão papel composto por 12 páginas, capa e contracapa a cores o qual colocamos desde já à disposição do Município, das Juntas de Freguesias e das demais Entidades escolares, sociais, desportivas que queiram divulgar através de publicidade no jornal os seus eventos. Que cada uma destas entidades faça publicidade 1 vez por ano já é uma enorme ajuda.

 

A Direcção do jornal LETRAS DO ALVA faz parte do grupo de teimosos que teimam em gostar das suas terras e por aqui ficaram resistindo à emigração ou mesmo à imigração para outros locais do País. Entendemos que cabe a cada um de nós dentro das suas possibilidades e responsabilidades fazer algo pelas nossas terras, pelo nosso Concelho, o que fazemos de forma voluntária dando tempo de nós porque queremos o melhor para a nossa região. O Projecto do jornal LETRAS DO ALVA está muito imbuído nesse espirito e por isso estamos todos neste momento a celebrar o 1.º aniversário de divulgação, promoção e defesa das nossas gentes, das nossas terras e do nosso Concelho.

A todos os presentes uma vez mais agradecemos a participação.

Luís Silva

Director do jornal

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.