Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Dezembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031


Pesquisar

 


Nossa Senhora de Fátima em terras da Beira - Diocese da Guarda

Terça-feira, 17.12.13

 

 

Foto da Net

 

Nossa Senhora de Fátima passa em terras da Beira em visita à Diocese da Guarda por aclamações vibrantes e apoteóticas.

Do que vimos desde a Moita da Serra até ao concelho de Seia, através da estrada da Beira, no primeiro dia da viagem.

 


Por toda a estrada da Beira foi saudada por milhares de pessoas e, quando chegou a Torroselo, “a Virgem foi recebida com galhardia. Estava organizada uma procissão com centenas de velas, formando um conjunto maravilhoso. A Filarmónica executou um hino em louvor de Nossa Senhora. Não se pode romper na Catraia. O cruzamento de Sandomil está repleto de povo. Acorreu gente, milhares de pessoas, de todos os povos em redor. (…) Vê-se gente de S. Gião, Corgas, Sandomil, Lagares, S. Cosme, etc.

Luzes a jorros; (…) no alto de uma oliveira, uma enorme cruz luminosa punha uma nota de cor. No ar são lançados foguetes.

O povo solta vibrantes aclamações à Virgem Peregrina, (…) e os cânticos atingem mais entusiasmo quando chega o automóvel – andor, já nesta altura quase invisível sobre o montão de pétalas de rosa.

 (…) Aqui volta a falar o senhor Bispo da Guarda. Diz que Nossa Senhora de Fátima vinha em romagem de amor, pedir a todos que cumpram os Santos mandamentos da Lei de Deus, que não trabalhem ao Domingo e dias santificados, nos campos nas oficinas nas fábricas. (…) Confessa-se emocionado com a apoteótica manifestação feita à Mãe dos portugueses, saúda os povos ali reunidos em tão grande número (…) e termina pedindo uma Avé Maria pelos presentes e pelos ausentes. (…)

O cortejo prossegue até Seia onde vai chegar por volta das 2 horas da manhã. A vila está toda iluminada.

 (…) A Virgem Peregrina é levada no seu andor, pelos Vereadores do Município. (…) Na procissão das velas tomam parte milhares e milhares de crentes. (…) As muralhas do Castelo estão também iluminadas e vários projetores espalham luz a jorros. O senhor presidente do Município dá as boas vindas, em nome do concelho. A vila de Seia vive uma noite inolvidável.

E assim terminou o primeiro dia da visita da Virgem Peregrina a terras da beira, (…) em que os beirões mostraram mais uma vez a sua peculiar fidalguia”.

 

Fonte: A Comarca de Arganil, 17 de Maio de 1949

Autoria e outros dados (tags, etc)

por António Madeira às 22:50


Comentários recentes