Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correio de Torroselo

Defensor dos interesses de Torroselo, de Seia e da Região da Beira Serra

Correio de Torroselo

Defensor dos interesses de Torroselo, de Seia e da Região da Beira Serra

75º Aniversário da Banda Estrela D'Alva


A Comarca de Arganil, 24 de Setembro de 1983
(...)"Foi um dia inesquecível para Torroselo e para milhares de pessoas que com a sua presença quiseram dar mais brilho e calor a estas comemorações, acarinhando, estimulando e enaltecendo a acção que uma agremiação que ao concelho e ao país muito tem oferecido e que na promoçao sócio-cultural dos povos tem desenvolvido um trabalho altamente meritório". (...)

A iluminação electrica em Torrozêlo

A Comarca de Arganil, de 19 de Julho de 1935, noticiava pela mão do seu jornalista Luís Ferreira, a inauguração da iluminação eléctrica em Torroselo.

 

...”Quando chegamos àquela localidade, pelas 8 horas da tarde, percorria a banda da Sociedade Torroselense Estrela D’Alva, as ruas da vila, executando um lindo passo dobrado, dando assim uma nota de vivacidade, um cunho da mais pura alegria.

Os filarmónicos marchavam com garbo, com os seus fardamentos muito limpos, vendo-se ao centro a bandeira respectiva.

De momento a momento, chegavam à Catraia automóveis com visitantes convidados e forasteiros, que vinham assistir ao acto, estralejando a miúdo no ar, foguetes e morteiros, dando a conhecer aos povos vizinhos que a importante localidade se encontrava em festa”...

 

Tratado de Estenografia, de Francisco Mendes Póvoas

Mais um livro de Francisco Mendes Póvoas que, através da net, acabei de adquirir. Foi publicado em 1946 pela Empresa Nacional de Publicidade. 

O autor, na dedicatória, fala da "aldeia-berço para recordar a terra que cobre nossos queridos progenitores: António Mendes Póvoas, infatigável trabalhador da Montanha Hermínica e exemplar chefe de família, e D. Maria da Nazaré Mendes Póvoas, Senhora de integras virtudes santificada pelo martírio da doença".

 

6º aniversário do Grémio Torroselense (II)

A Comarca de Arganil, 17 de Outubro de 1930

 

Nesta assembleia geral que se realizou na nossa terra, o Grémio “votou em comemoração do seu 6º aniversário, 10 esmolas para as freguesias de Torrosêlo, Folhadosa, Várzea e Sandomil, prémios escolares para os melhores alunos das escolas primárias oficiais e aula nocturna do Grémio, e 200$00 para a escola primária oficial do sexo feminino, para compra de material didáctico, de que muito carece".

 

(...)  Na assembleia geral foi ainda debatido outros assuntos, entre os quais o desejo de o Grémio colaborar na obra do desenvolvimento da Serra.

 

(...) Esta assembleia geral do Grémio foi presidida pelo "senhor capitão Mendes Moreira, secretariado pelo senhor Luís Alves Portugal e Augusto dos Santos Gouveia".

 

(...)   A sessão de distribuição de prémios escolares foi presidida pelo "senhor capitão Mendes Moreira, secretariado pelos distintos académicos Dª Maria de Matos Abranches e Paulo Lisboa Mendes, e discursando o senhor Gil Figueira, professor oficial, e Mendes Póvoas, chefe da redacção do órgão do Grémio: a Estrela de Alva".

 

Nesta reportagem que A Comarca publicou no longínquo ano de 1930 - se dúvida as houvesse -, ficamos a saber que, o Grémio  "está realizando uma soberba obra de combate ao analfabetismo".

 

O regionalismo, o herminismo, o combate à pobreza e ao analfabetismo, a cultura e recreio, o desporto e o associativismo foram sempre prioridades desta enorme  e dinâmica agremiação da nossa terra.

6º aniversário do Grémio Torroselense

Na Comarca de Arganil de 17 de Outubro de 1930, noticiava-se as comemorações do 6º aniversário do Grémio Estrela D'Alva. Uma instituição que  pugnou pelo bem-estar do povo, pelo progresso, pela cultura e educação, e divulgação da nossa terra e de toda a região herminica. Francisco Mendes Póvoas, foi um grande entusiasta de todas estas actividades. Um regionalista que, através da escrita, difundiu o nome de Torroselo.