Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correio de Torroselo

Defensor dos interesses de Torroselo, de Seia e da Região da Beira Serra

Correio de Torroselo

Defensor dos interesses de Torroselo, de Seia e da Região da Beira Serra

Recordar as Festas do Centenário da Filarmónica de Torroselo...

Nas pessoas e nas instituições 100 anos é muito tempo. Merece ser festejado condignamente. Ao longo do ano de 2008 foram realizados vários encontros para celebrar  os 100 anos de existência da Filarmónica que, no distante ano de 1908,  João do Freixo e seu irmão, Eduardo Baptista, fundaram e deram continuidade. Em 23 de Julho de 2008 publicou A Comarca de Arganil, uma reportagem por mim enviada, da festa comemorativa do Centenário da Banda Torroselense Estrela de Alva.

Fica aqui, para conhecimento dos meus eventuais leitores, a reportagem que A Comarca de Arganil então divulgou.

Foi uma festa digna e merecida a uma colectividade que, ao longo de tantos anos, tem contribuído para o fomento da cultura e da música.

Oxalá, continue a promover e a divulgar Torroselo, a Música e a aprendizagem da arte e da técnica musical.

a comarca 23 7 2008.bmp

banda.bmp

 

 

 

 

Festa em Honra de São João - Torroselo, 15 e 16 de Agosto

Numa iniciativa que se aplaude, um grupo de dedicados torroselenses vai levar a efeito nos dias 15 e 16 de Agosto a festa de São João.

Esta e outras actividades culturais que ultimamente têm sido realizadas, vêm contribuir para uma maior aproximação e convívio dos naturais e residentes da nossa terra.

Estão pois, de parabéns, os que vão dando algum do seu tempo de descanso, e do seu conhecimento,  em prol de Torroselo e das suas gentes.

soajoao_1.jpg

saojoao_2.jpg

 

 

Ruralidades...

Não sei se alguma vez irei comer fruta destas árvores que plantei. Isso não é o mais importante. O importante para mim é vê-las crescer, tal e qual se olha para um filho. Como as crianças, as árvores necessitam de cuidados especiais enquanto estão em fase de crescimento. Essa atenção não lha posso dar em virtude da minha ausência da terra natal. Mas, sempre que me é possível, lá estou eu a cortar  algumas ervas e fetos que tanto prejudicam o seu desenvolvimento normal.

Um dia, mesmo que esse dia tarde em chegar, prometo publicar aqui as primeiras frutas do meu "pomar".

Até lá, vou continuar a dedicar algum do meu tempo de ócio a cuidar e tratar destas árvores que, algumas plantei, outras, por lá nasceram sem pedirem a ninguém.

feira medieval 236.jpg

feira medieval 239.jpg

feira medieval 237.jpg

feira medieval 238.jpg

feira medieval 240.jpg

 

 

 

 

 

Câmara de Seia promove convívio sénior

Câmara de Seia promove convívio sénior

O Santuário Nossa Sra. da Saúde, em Valezim, vai receber, no próximo dia 24 de julho, um convívio dedicado aos idosos do concelho de Seia, uma organização da Câmara Municipal de Seia.

Destinado a pessoas com idade igual ou superior a 65 anos de idade, reformados ou pensionistas, o encontro sénior vai ter lugar das 10h às 17h e tem como principal objectivo proporcionar um dia de convívio e reencontro entre idosos das várias freguesias, onde não faltará animação e boa disposição.

Do programa constam a celebração da eucaristia, almoço e animação.

Os interessados em participar podem inscrever-se na junta de freguesia da sua área de residência, tendo um custo de 10€ por pessoa, valor que inclui almoço e transporte.

in CMS

A EB1 de Torroselo em risco de encerrar por falta de alunos!

A Câmara de Seia solicitou ao Ministério da Educação que mantenha em funcionamento todas as escolas do concelho que não reúnem as condições, designadamente quanto ao número mínimo de alunos.

A notícia  avançada na última edição do Jornal de Santa Marinha,  refere,  que "a EB1 de Torroselo vai no ano lectivo de 2015/2016 ter uma frequência de 10 alunos. A maioria desses alunos reside noutras localidades. No mesmo edifício funciona a educação pré-escolar, prevendo-se para o ano escolar 2015/2016 uma conjunta de  14 alunos".

As nossas aldeias em particular e o país em geral caminham a passos bem largos para a completa desertificação. A baixa natalidade, o desemprego e a emigração dos jovens são as principais causas de, cada vez mais, as casas estarem fechadas a maioria do ano.

 Nos anos 60 do século passado funcionavam as escolas da Rua João do Freixo e da Cruz-Alta. Professores eram 3. Prof. Gonzaga, Dª Armanda e Dª Vitória de Jesus Pinto. Não sei quantos alunos eram, mas éramos muitos! Agora, Torroselo, Folhadosa e Várzea todas juntas somam 10 crianças.

As imagens que acompanha este post são da Rua das Flores. Uma das muitas ruas da nossa terra que está reduzida a um ou dois moradores. 

Não quero ser pessimista, mas a continuarmos assim, Torroselo, daqui a 30 ou 40 anos terá metade da sua população actual. Gostava de estar enganado, mas as estatísticas não mentem.

feira medieval 130.jpg

feira medieval 127.jpg

 

Ainda a Feira Medieval...

Mais imagens da Feira Medieval, para ver, para reflectir e, acreditar, que numa pequena aldeia da beira também  se podem realizar eventos que, por norma, só acontecem nos grandes centros populacionais.

Obrigado a todos os dinamizadores  e impulsionadores que tornaram possível este evento cultural. 

 

 

feira medieval 173.jpg

feira medieval 178.jpg

feira medieval 179.jpg

feira medieval 184.jpg

feira medieval 187.jpg

feira medieval 188.jpg

feira medieval 203.jpg

feira medieval 190.jpg

feira medieval 191.jpg

feira medieval 192.jpg

feira medieval 221.jpg

feira medieval 223.jpg

 

Feira Medieval de Torroselo

Conforme previsto, a CIT - Comissão de Iniciativas de Torroselo, levou a efeito nos dias 26, 27 e 28 de Junho, a II Feira Medieval de Torroselo. 

Um acontecimento cultural, recreativo e social que juntou centenas de pessoas na nossa tão desertificada aldeia.

Estão de parabéns os jovens dirigentes da CIT, bem como tantos outros anónimos que deram o seu melhor para que esta iniciativa fosse um êxito.

No encerramento da festa houve discursos do presidente da CIT, Tiago Cardoso, do presidente da União de Freguesias, Miguel Sousa, e do presidente da autarquia senense, Dr. Carlos Camelo.

Todos enalteceram e louvaram esta jornada cultural que, começa a afirmar-se na região.

Ficam algumas imagens para os ausentes matarem as saudades da terra natal.

feira medieval 002.jpg

feira medieval 005.jpg

feira medieval 009.jpg

feira medieval 019.jpg

feira medieval 030.jpg

feira medieval 034.jpg

feira medieval 035.jpg

feira medieval 063.jpg

feira medieval 102.jpg

feira medieval 105.jpg