Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correio de Torroselo

Defensor dos interesses de Torroselo, de Seia e da Região da Beira Serra

Correio de Torroselo

Defensor dos interesses de Torroselo, de Seia e da Região da Beira Serra

08/11/14

Experiências na Montanha - Apanha do Medronho na Teixeira

Apanha do Medronho, degustação de produtos típicos e passeio pelos antigos alambiques e lagares são os motes para visitar a aldeia da Teixeira, concelho de Seia, no dia 22 de novembro.

A atividade está enquadrada no Plano de Animação das Aldeias de Montanha e é organizada pela Associação dos Amigos da Teixeira e a ADIRAM – Associação de Desenvolvimento da Rede das Aldeias de Montanha, com o apoio do Município de Seia e da Junta de Freguesia de Teixeira.

Com esta ação, à semelhança do ano passado, a organização propõe aos visitantes a oportunidade de viver uma experiência genuína e única assente nos valores naturais e culturais desta Aldeia de Montanha, com enfoque na tradicional apanha do medronho, fruto utilizado na produção da “mais fina e cristalina aguardente”, a denominada “pelicórdia” (aguardente de medronho).

A sede da Associação dos Amigos da Teixeira é o ponto de partida para a colheita do medronho, coletividade que, ao final da manhã, convida para uma pequena degustação de produtos típicos. Segue-se depois um breve passeio pela Teixeira, uma oportunidade de conhecer antigos alambiques e lagares que, embora já não se encontrem em funcionamento, são património indissociável desta aldeia serrana.

O fruto do medronheiro, a par do mel e da prática agrícola, constitui há muito um dos meios de subsistência das populações locais. A tradição da apanha do medronho pelas “gentes” da Teixeira está associada à predominância de medronheiros na região, com especial incidência nas Pedras Lavradas. Muito embora, o incêndio de 2005 tenha consumido grande parte das árvores existentes, a ação de reflorestação promovida nos anos subsequentes permitiu restaurar a capacidade produtiva florestal, tendo sido plantados medronheiros em 32,82 hectares, entre outras árvores autóctones. O projeto foi, na altura, patrocinado pela Fundação Focus - Assistência Humanitária e permitiu reativar uma das principais fontes de receita destas populações, a produção da aguardente de medronho da serra da Estrela.

Fonte:CMS

Experiências na Montanha - Apanha do Medronho na Teixeira

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.