Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Setembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930


Pesquisar

 


Notícia infundada da “Morte do Galo” em Seia

Sexta-feira, 01.09.17

vm_panoramica.jpg

(Foto retirada da net)

 

Face à notícia, veiculada nos últimos dias, alusiva a maus tratos a animais, supostamente praticados numa festa do concelho de Seia, vem este Município esclarecer que a mesma é falsa e constitui um ato de “má-fé”, restando-nos concluir que esta campanha tem como objetivo prejudicar a imagem do concelho.

Assim, Seia é colocada em julgamento na praça pública sem que se averigue a veracidade das afirmações proferidas.
A denominada “Morte do Galo” é uma tradição das Festas do Santíssimo Sacramento que ocorre na localidade de Várzea de Meruje, concelho de Seia, e que apenas no nome remete para a morte de um animal.

A prática denunciada pelo PAN (Pessoas-Animais-Natureza) trata-se na realidade de uma tradição que consiste em partir um ovo com um pau, de olhos vendados, sendo o galo (vivo) o prémio para quem conseguir tal proeza. A própria Irmandade, face ao escalar da situação para a comunicação social, sentiu a necessidade de emitir um esclarecimento sobre a matéria, no qual reafirma não existir qualquer violência para com animais.

Assim, o Município de Seia e os seus habitantes desejam que, rapidamente, a situação seja devidamente clarificada, designadamente através de um desmentido expresso por parte de quem se precipitou a especular sobre o programa das Festas que decorrem na União das Freguesias de Carragozela e Várzea de Meruge, sem se dignar comprovar em que a tradicional “Morte do Galo” consiste.

Fonte:CMS

Autoria e outros dados (tags, etc)

por António Madeira às 22:09


Comentários recentes