Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Outubro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


Pesquisar

 


Pelourinho e Fonte dos Mouros

Quinta-feira, 09.10.14

 

O Pelourinho, símbolo e testemunho do antigo Município de Torrozelo situa-se em frente à antiga cadeia, hoje, Museu Rural.

(...) A base do Pelourinho são três degraus quadrados, com a altura total de 0,56m. A coluna (que já não é a primitiva) tem 2,28mets. E é um prisma octogonal irregular. O coroamento é feito por uma pirâmide quadrangular irregular oblíqua, com 35cm de altura e as arestas da base com cerca de 30cm

 

pelourinho.jpg

 

A Fonte dos Mouros, que o Torrozelense Francisco Mendes Póvoas assegurou, nos seus escritos, tratar-se de uma construção “manuelina” por ter duas esferas armilares em posição simétrica, é um monumento raro, pois apenas se conhecem três do mesmo género na região: uma em Sameice (que tem a data de 1593), outra em São Romão sita no Cabo da Vila e ainda uma outra em Oliveira do Hospital (mas que está desativada). O tecto da Fonte é uma abóboda, com a profundidade de 1,40m, e o vão do arco tem 1,35m e 0, 98 de flecha. O que corresponde ao abatimento de 1,38.

 

Mas esta Fonte, construída por volta do século XVI, porque motivo é designada “Fonte dos Mouros”? É muito provável que no mesmo local, antes da actual, já tivesse existido outra anterior essa sim vinda do tempo dos Mouros e como tal era conhecida. E a Fonte manuelina apenas herdou o nome da sua antecessora.

fonte dos mouros.jpg

 

In, O Concelho de Seia e as suas Irmandades, de Alberto da Rocha Fontes, Novembro de 2002

Autoria e outros dados (tags, etc)

por António Madeira às 10:04


Comentários recentes