Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correio de Torroselo

Defensor dos interesses de Torroselo, de Seia e da Região da Beira Serra

Correio de Torroselo

Defensor dos interesses de Torroselo, de Seia e da Região da Beira Serra

17/04/15

Já não há pastores em Torroselo!

Antigamente, em Torroselo, havia vários rebanhos de ovelhas.E, fabricava-se artesanalmente, o bom queijo  verdadeiro Serra da Estrela. Regra geral, as queijeiras  eram as esposas dos pastores/donos das ovelhas.

Já há alguns anos que não há na nossa terra rebanhos de ovelhas nem queijeiras! Tudo vai acabando, mas com algum leite da região, e outro que vem de mais longe, podemos continuar a comer e saborear o nosso tão apreciado queijo de ovelha.

Nesta Páscoa captei esta imagem em Torroselo, mas depois de falar com o dono do terreno fiquei a saber que o rebanho é de Vila Cova...

Páscoa 2015 026.jpg

 

 

14/03/15

Biscoitos da Páscoa... Biscoitos de Torroselo

Na região, manda a tradição que se façam estes bolinhos na altura da Páscoa. Não deve haver lar que os não  tenha na mesa nesta quadra festiva. 

Na nossa terra são conhecidos simplesmente por biscoitos, em Trás-os-Montes são "económicos".

A receita é a mesma, só mudam de nome. Hoje, a minha mulher fez este tabuleiro que, as imagens documentam. Como sempre estão uma especialidade...

Agora, a esta distância da Páscoa, parece que ainda sabem melhor. 

cacilhas 001.jpg

cacilhas 002.jpg

 

15/11/14

1ª Página do Diário de Lisboa, de 15 de Maio de 1967

transferir.png

  Esta, era a capa da 1ª página do Diário de Lisboa de 15 de Maio de 1967.

Nunca esquecerei este dia! O motivo é muito simples, mas de um grande significado para mim: nesta segunda-feira de 15 de Maio, do longínquo ano de 1967, vim para esta grande cidade que se chama Lisboa. Foi a seguir à festa das Papas, ou dos Carolos, como também é referenciada esta conhecida festa que se realiza em Torroselo há longos anos e sempre no 2º Domingo de Maio.

Como podem imaginar, tudo era novidade e confuso para um jovem de 14 anos que nunca tinha saído da sua  terra e de junto da sua querida mãe. 

Apesar da tenra idade com que abalei, dos bens materiais que não deixei lá, dos familiares que já partiram, apesar de tudo isso e tudo o mais, Torroselo, a terra que me viu nascer, permanece sempre, sempre no meu coração. 

Visito-a sempre que posso, - agora com mais frequência -, mas cada vez encontro menos gente do meu tempo! Muitos já partiram para a eternidade, outros, andam pelo mundo à procura de uma vida melhor, e poucos  restam para abraçar... mas, é sempre bom regressar, rever os locais que me marcaram; o Cimo do Pátio, onde descalços, jogávamos futebol mudar aos 5 e acabar aos 10, algumas varandas antigas onde, nos dias mais chuvosos, se jogava às cartas feitas de maços de tabaco,  as Quelhas, os caminhos e veredas que na infância percorri. 

11/09/14

Confeitaria A Primorosa

Esta moldura está em Torroselo em casa de um familiar, afastado, de José Leonardo Pereira.
Trata-se do edifício nº 130 da Rua de São Paulo, onde funcionou a Confeitaria A Primorosa. Os "jovens" da minha geração ainda se recordam das amêndoas que, pela Páscoa, eram oferecidas pelo senhor Pereira  às crianças da Catequese  de Torroselo.
Os escritórios e armazéns ficavam nos andares superiores desta afamada casa, que, era considerada na época, uma das melhores confeitarias de Lisboa.
O Diário de Notícias, publicava em 10 de Janeiro de 1910,  este interessante anúncio:

 «Bolo-Rei- Vem de longa data a justa fama do delicioso Bolo-Rei da Confeitaria Primorosa, da R. de S.Paulo, 130 e 132, na verdade é um dos melhores que se fabricam em Lisboa.
Por isso têm sido numerosas as formadas, que se prolongam ainda por toda esta semana, visto ter uma extracção rápida essa tão fina especialidade.»

13/07/14

Curiosidades...(III)

Na Comarca de Arganil de 25 de Setembro de 1950, respiguei este pequeno apontamento que nos dá conta das filarmónicas que foram "superiormente aprovadas para abrilhantar festas religiosas".
Fico sem saber - porque a notícia não o diz -,se a "autorização superior" era da competência das autoridades religiosas ou das autoridades civis.
Vale a pena recordar que,  nessa época distante, existia a obrigatoriedade dos fumadores  possuirem licença de isqueiro. Aos infratores, as autoridades policiais aplicavam uma coima. Esta lei, foi abolida quando Marcelo Caetano chegou ao Governo.

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.