Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correio de Torroselo

Blog Regionalista da Beira Serra

Correio de Torroselo

Blog Regionalista da Beira Serra

18
Mai22

Concerto da Banda Torroselense na Casa da Cultura de Seia

281128348_5098179676902216_7493396988916206716_n.j

 

A Banda Torroselense Estrela D'Alva vai estar na Casa da Cultura de Seia, em 11 e 12 de Junho, em concertos promovidos pela autarquia senense.

Imperdível! Estão todos convidados a assistir a estes memoráveis concertos de uma das melhores bandas musicais da região.

A presença de todos os amigos da Banda Estrela D'Alva, bem como dos demais interessados nestas coisas da cultura musical é um estimulo a todos quantos dão o seu melhor por esta Instituíção.

Texto: A. Madeira

Foto: Facebook da BTEA

 

04
Mai22

História de Seia

 

Agosto - 2016 038.jpg

História

Oppidum Sena, antiga cidade de Sena, hoje Seia, foi fundada há 2400 anos pelos Túrdulos, povo pré-romano.

De fundação muito remota, esta aprazível cidade fica localizada na vertente ocidental da serra da Estrela. Em Seia, mas também um pouco por todo o concelho, há vários vestígios, desde há muito, da presença humana: antas, sepulturas antropomórficas, caminhos, pontes… são argumentos vivos desse facto.

A região senense apresenta vestígios da civilização romana, mas sofreu também um longo período de domínio árabe, sendo definitivamente conquistada por D. Fernando Magno (rei de Leão e Castela), em 1055. Há referências que este mandou edificar um castelo na zona central da cidade, onde se encontra a Igreja Matriz da cidade. Hoje, dessa provável construção, resta apenas a própria colina, onde atualmente é visível um aglomerado de casas dispostas em ruas estreitas e labirínticas, conducentes a este ponto mais elevado.

Em 1132, D. Afonso Henriques, ainda infante, doa os domínios de Seia ao seu valido João Viegas por reconhecimento de serviços prestados. Quatro anos depois, em 1136, o futuro primeiro rei de Portugal atribui a Seia o seu primeiro foral, designando-a de Civitatem Senam (cidade de Seia), albergando na altura no seu perímetro meia dúzia de pequenas povoações circunvizinhas. Pode dizer-se que foi a partir desta altura que se formou o concelho de Seia.

Nesse foral pode ler-se:

Eu, infante D. Afonso Henriques, Filho de D. Henrique, aprouve-me por boa paz de fazer este escrito de firmeza e estabilidade que firmo pelos séculos sem fim. A vós homens habitantes da cidade de Seia concedo que tenhais costumes muito melhores do que tivestes até aqui e isto tanto para vós como para vossos filhos e toda a vossa descendência. […] E os homens de Seia que pagam jugada que não vão ao fossado, nem ao moinho obrigados pelo senhor. E os cavaleiros de Seia que não pagam renda dos terrenos, não façam nenhum fossado a não ser o de Maio e o Apelido. […] Se um homem de Seia for mercar, se não for mais de duas vezes, não pague portagem. E da terceira vez pague. […]

Entretanto somaram-se outros forais: o de D. Afonso II, em 1217 e o de D. Afonso V, em 1479. Data de 1510 a outorga do último Foral, por D. Manuel I, sendo já o concelho composto pelos lugares de Passarela, Lages, Folhadosa, Pinhanços, Santa Comba, Sameice e outros pequenos casais.

No século XIX, o concelho viria a conhecer um substancial alargamento com a agregação de importantes concelhos tais como Alvoco da Serra, Loriga, Vila Verde, Santa Marinha, Sandomil, São Romão, Valezim, Vide, Vila Cova à Coelheira e Torroselo.

No início do século XX, o concelho estava então constituído por um novo quadro administrativo, com 29 freguesias e cerca de 115 pequenas povoações.

Hoje o concelho integra 21 freguesias, na sequência da reorganização administrativa do território das freguesias determinada pela Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro.

A 3 de julho de 1986, a vila de Seia é elevada a cidade e essa data viria a ser feriado municipal.

A enriquecer todo este vasto panorama histórico, falta salientar o que de mais genuíno tem esta região. É uma região fértil em água, terra de pastos, de primaveras amenas, paisagens deslumbrantes, que muito contribuem para o seu notável património natural e cultural. Os povos fixaram-se aqui há muito, a pastorícia vem do princípio dos tempos e a resiliência humana é admirável. Em suma, esta é uma terra de tradições, com história na indústria têxtil, na gastronomia, com o seu único e saboroso Queijo Serra da Estrela.

Testo: CMS

Foto: A. Madeira

26
Mar22

FILARMONIAS: Concertos das Bandas Filarmónicas na Casa Municipal da Cultura

 

banda 1.jpg

Cada Banda Filarmónica do concelho vai subir ao palco da Casa Municipal da Cultura uma vez ao ano. Os concertos integram o projeto “Filarmonias”, criado pelo Município como forma de valorização das coletividades musicais e do papel subjacente à sua atividade cultural.

Quase todas centenárias, as 5 bandas filarmónicas do concelho desempenham um papel preponderante na formação musical e na vida cultural das populações, contribuindo para o enriquecimento do concelho.

Neste âmbito, as bandas foram desafiadas a apresentar-se à comunidade em um concerto anual, complementado com músicos e cantores convidados.

A Sociedade Recreativa e Musical Loriguense será a primeira a subir ao palco do Cineteatro da Casa da Cultura de Seia. O concerto acontece já este domingo (27 de março), às 15h30, contando com a apresentação do CD ReEncontro gravado em setembro de 2021.

A “Banda de Loriga” irá interpretar obras e arranjos dos compositores Jacob de Haan, Michael Geisler, Willy Hautvast, Vitor Resende, Luís Cardoso, Carlos Amarelinho, e terá a participação de alunas de canto da Escola “Music & Voices” de Ana Carina Reis.

Os outros concertos estão agendados para 11 e 12 de junho, com a Banda Torroselense Estrela D’Alva, 18 de setembro, Sociedade Musical Estrela Da Beira (Santa Marinha), 23 de outubro, Academia de Santa Cecília (São Romão), finalizando a 13 de novembro, com a Banda Filarmónica 1º Janeiro (Carragozela).

Texto: CMS

Foto: Facebook da BTEA

10
Mar22

Falecimento

275660088_5152249478202036_3643805463113086396_n.j

 

Faleceu hoje, 10 de Março. aos 68 anos de idade, Ana Maria Amaro Mendes de Sousa, casada com José de Almeida Sousa.
O funeral a cargo da Agência Funerária Brito, de Oliveira do Hospital, realiza-se amanhã, sexta feira, pelas 15,30 horas para o cemitério de Torroselo.
A todos os seus familiares, especialmente ao marido, filhos e netos, apresento as minhas sentidas condolências e peço a Deus que a chame para junto de Si.
28
Fev22

DOIS ANOS DEPOIS AS FEIRAS DO QUEIJO SERRA DA ESTRELA ESTÃO AÍ

unnamed.png

DOIS ANOS DEPOIS AS FEIRAS DO QUEIJO SERRA DA ESTRELA ESTÃO AÍ

Estão finalmente de regresso as principais feiras do Queijo Serra da Estrela e nos moldes habituais, dois anos depois de um interregno forçado devido à situação pandémica. A Estrelacoop estará presente nos seis principais certames com o intuito de dinamizar ações de sensibilização sobre a importância da qualificação deste produto identitário do território das Beiras e Serra da Estrela. A partir de 6 de março e até abril, o Queijo Serra da Estrela DOP é rei e os artífices do queijo os porta-vozes por excelência!

É das mãos sábias e experimentadas das queijeiras que é dada a forma à coalhada (composta de leite, sal e flor do cardo) técnicas milenares que, alinhadas à arte de bem-fazer e à astúcia e perseverança dos nossos pastores e produtores de leite, surge uma obra-prima inconfundível da gastronomia nacional – o Queijo Serra da Estrela DOP (Denominação de Origem Protegida). E, num contexto particularmente desafiante para o setor da produção de Queijo e de toda a sua cadeia de valor, a Cooperativa dos Produtores de Queijo Serra da Estrela (ESTRELACOOP) assume uma presença proativa e dinâmica nas seis emblemáticas feiras do Queijo, vitais para a dinamização das economias locais e perpetuação deste alimento de memória e ancestralidade.

O primeiro certame – a Feira do Pastor e do Queijo - realiza-se a 6 de março em Penalva do Castelo, seguindo-se a Festa do Queijo de Oliveira do Hospital, dias 12 e 13 tida como “a maior feira do queijo em Portugal” e uma das imagens de marca deste concelho. A conhecida capital do Queijo Serra da Estrela, Celorico da Beira, realiza o seu 43º certame entre 18 e 20 de março, terra conhecida pelos seus pastos férteis onde pastoreiam os maiores rebanhos de ovelhas das raças Serra da Estrela e Churra Mondegueira. A última Feira do Queijo Serra da Estrela de março acontece dias 25, 26 e 27 em Fornos de Algodres, um certame dedicado à promoção da sétima maravilha gastronómica nacional, à genuína identidade e autenticidade, aos pastores, queijarias tradicionais e produtores DOP. Em abril será a vez de Gouveia abrir as portas à Exposerra 2022, entre os dias 2 e 3; já entre 23 e 25 de abril, Seia acolhe a Feira do Queijo Serra da Estrela, três dias dedicados a saborear os produtos regionais, onde o Queijo assume maior protagonismo.

 

15
Fev22

Falecimento

thumbnail_SC_MF335-1220215121200_0001.jpg

Faleceu ontem, 14 de Fevereiro, aos 102 anos de idade , Maria da Conceição Mendes Figueiredo, viúva do senhor Joaquim Ribeiro. Residia em Lisboa há muitos anos, mas sempre com uma forte ligação a Torroselo onde mantinha residência e passava longas temporadas.

O funeral a cargo da Agência Funerária Brito, de Oliveira do Hospital, realiza-se amanhã, 16, pelas 10 horas para o cemitério de Torroselo.

Ao seu filho e restantes familiares apresento as minhas sentidas condolências, ao mesmo tempo peço a Deus que a chame para junto de Si.

25
Jan22

Falecimento

Faleceu hoje, 25 de Janeiro , aos 100 anos de idade, Joaquim de Jesus, viúvo de Maria José Marques de Jesus. Residia há longos anos anos em Lisboa, mas continuava a vir a Torroselo sempre que a saúde lhe permitiu.

À sua filha, genro,  neto e restantes familiares apresento sentidas condolências, ao mesmo tempo que peço a Deus que o chame para junto de Si.

Velório

Capela de São João / Torrozelo
Terça-feira, dia 25 de Janeiro de 2022
Chegada do corpo às 20:00 Horas

Funeral

Igreja Matriz / Torrozelo
Quarta-feira, dia 26 de Janeiro de 2022, Pelas 11:45 Horas
Cemitério: Torrozelo

Notas

A saída da Capela de São João para a Igreja Matriz será dia 26 de Janeiro de 2022 pelas 11h30.
O acompanhamento será feito pela Irmandade de Santo António de Torrozelo.
Uso obrigatório de máscara e desinfecção das mãos.
23
Jan22

Aniversário da Banda Torroselense Estrela D'Alva

272336975_588485399007226_1963342649384035225_n.jp

A Banda Torroselense Estrela D'Alva comemora este ano, a 8 de Fevereiro, 114 anos . As comemorações, ainda que sujeitas  às condições que a pandemia  o permitir, têm lugar a 14 de Fevereiro.

Fundada em 8 de Fevereiro de 1908 pelos irmãos, João  do Freixo e Eduardo Baptista, a Filarmónica Torroselense tem, ao longos destes anos honrado o nome da colectividade, de Torroselo, de Seia e desta vasta região Herminica.

Foram milhares os homens e mulheres que nesta enorme caminhada serviram, honraram e dignificaram a Banda, quer como músicos, dirigentes e maestros.

Mesmo à distância, mantive sempre uma forte ligação à Banda e não quero deixar de relembrar antigos e atuais dirigentes que deram e dão a sua leal e desinteressada colaboração.

São estes alguns que ainda conheci,  outros que felizmente ainda estão connosco, e muitos mais que partiram para a Eternidade.

Elisiário Mendes de Campos, Joaquim Norberto Duarte Pires, Francisco Pinto, António Baptista, António Caetano Campos,  Joaquim Pimentel, José de Sousa Frias, Luís Mendes Martins, Dr. António Mamede Mendes, José Luís Lavrador Baptista. António Correia Amaro, José "Minhoto", Miguel Sousa, João Custódio Marques, José Albano Silva, José João dos Santos e tantos outros que a minha memória não consegue recordar, mas que os torroselenses não esquecem.

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub