Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correio de Torroselo

Blog Regionalista da Beira Serra

Correio de Torroselo

Blog Regionalista da Beira Serra

26
Set22

Em 1929, a Banda Torroselense inaugurou vários instrumentos musicais

 

Em 1929, a Banda Torroselense inaugurou vários instrumentos musicais

DSC00899.JPG

 

Os torroselenses sempre acarinharam a sua filarmónica, mesmo em tempos mais difíceis. Ao longo dos 114 anos de existência, a Banda Estrela de Alva contou com a dedicação do povo da nossa terra. Nesta campanha de angariação de fundos para aquisição dos instrumentos, a colónia torroselense no Brasil foi muito generosa.

Disso nos dá conhecimento o correspondente em Torroselo, em notícia que enviou para a Gazeta de Coimbra, de 25-5-1929, que, gostosamente aqui deixo, para os torroselenses recordarem.

“ Fez há dias a sua apresentação em público com novo instrumental, a Banda do Grupo Estrela de Alva – que percorreu esta povoação, cumprimentando os sócios desta prestimosa Associação patenteando-lhes desta forma o seu reconhecimento, pela forma como se têm esforçado para conseguirem melhorar o instrumental.

A primeira que visitaram foi Gavinhos fazendo o trajeto por Póvoa, Chamusca, S. Paio, Oliveira do Hospital e Gavinhos.

Em todas estas localidades foi a banda recebida entusiasticamente, tendo-a acompanhado a Direcção que também foi alvo de carinhosas manifestações de simpatia.

(…) Temos a registar, o devotado esforço do regente desta briosa corporação, sr. Norberto Pires, bem como dos restantes executantes, os quais com a melhor boa vontade têm ensaiado um escolhido reportório, que tem deixado as melhores impressões em público”

Texto e foto: António Madeira

01
Set22

Dia Nacional das Bandas Filarmónicas

banda 5.JPG

No Dia Nacional das Bandas Filarmónicas, o Museu Nacional da Música endereça saudações musicais a todas as Bandas Filarmónicas do país, expressando publicamente o reconhecimento por todo o importantíssimo trabalho que realizam em prol do desenvolvimento cultural nacional. A todos um grande obrigado!

 

Tendo em vista o conhecimento e estudo de documentação musical passível de refletir o percurso musical e repertório de referência das bandas filarmónicas portuguesas, o Museu Nacional da Música tem a funcionar na sua dependência um Núcleo Documental de Partituras. Instalado no Auditório Municipal Beatriz Costa, em Mafra, este Núcleo é um importante componente de uma estratégia que pretende contribuir para a salvaguarda, preservação, valorização e divulgação da cultura musical portuguesa.

 

A criação deste Núcleo há muito que era defendida por várias entidades e personalidades ligadas ao sector, tendo sido concretizada a 1 de Setembro de 2014, na sequência de protocolos estabelecidos entre a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) e a Câmara Municipal de Mafra e entre o Museu Nacional da Música, Confederação Musical Portuguesa (CMP) e Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto (CPCCRD).

 

O Dia Nacional das Bandas Filarmónicas, cuja celebração se realiza a 1 de Setembro, foi instituído através da Resolução n.º 56/2013, de 14 de Agosto, por iniciativa do então Secretário de Estado da Cultura, em reconhecimento da importância do trabalho desenvolvido pelas Bandas Filarmónicas em prol das comunidades e da formação musical.

Fonte: http://www.museunacionaldamusica.gov.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=1080:-dia-nacional-das-bandas-filarmonicas&Itemid=99&lang=pt

 

28
Ago22

A Fontinha depois de uma intervenção de limpeza!

DSC01204.jpg

DSC01205.jpg

DSC01206.jpg

DSC01208.jpg

DSC01209.jpg

DSC01210.jpg

O meu contributo para Torroselo mais limpo, mais verde e mais atractivo. Com pouca ferramenta, tal como as imagens documentam, a Fontinha ficou limpa de algum lixo no chão, ervas e silvas no muro, limos na base metálica,  e outras impurezas. 

"Não perguntem o que é que o vosso país pode fazer por vocês, perguntem o que é que vocês podem fazer pelo vosso país". J.F. Kennedy

 

Torroselo, 24 de Agosto de 2022

António Madeira

17
Jul22

Falecimento

292526131_5516527558440891_683007060017931774_n.jp

Faleceu hoje, 17 de Julho, aos 82 anos de idade, Maria do Patrocínio Baptista de Sousa. O corpo repousa na capela de São João. O funeral a cargo da Agência Funerária Brito , de Oliveira do Hospital, realiza-se amanhã, segunda feira pelas 10 horas para o cemitério de Torroselo.

 Aos seus familiares apresento os meus sentimentos e peço a Deus que a chame para junto de Si. 

02
Jul22

Rotary Club de Seia Homenageia o Torroselense António Campos

seguro20220702_08112303.jpg

A notícia foi retirada da última edição do Jornal de Santa Marinha. O nosso conterrâneo e conhecido empresário senense foi homenageado no passado dia 14 de Junho.

António Campos nasceu em Torroselo, filho de Elisiário Mendes de Campos e de Alice Brás da Silva Campos. Seu pai foi durante muitos anos comerciante com estabelecimento de mercearia, taberna e alfaiate. Dedicou algum do seu tempo à Banda como dirigente e foi presidente da Junta de freguesia nos anos 60.

Felicito o senhor António Campos por esta justa homenagem, e desejo-lhe muita saúde e continuação de sucessos empresariais e pessoais.

01
Jul22

Falecimento

290223207_5471052182988429_4564529890393073988_n.j

Faleceu hoje, 1 de Julho, aos 86 anos de idade, Josefina Abranches Coragem.

O funeral realiza-se dia 3, domingo, pelas 10,30 horas para o cemitério de Torroselo.

Aos seus familiares  e amigos envio as minhas sentidas condolências e peço a Deus que a chame para junto de Si.

18
Mai22

Concerto da Banda Torroselense na Casa da Cultura de Seia

281128348_5098179676902216_7493396988916206716_n.j

 

A Banda Torroselense Estrela D'Alva vai estar na Casa da Cultura de Seia, em 11 e 12 de Junho, em concertos promovidos pela autarquia senense.

Imperdível! Estão todos convidados a assistir a estes memoráveis concertos de uma das melhores bandas musicais da região.

A presença de todos os amigos da Banda Estrela D'Alva, bem como dos demais interessados nestas coisas da cultura musical é um estimulo a todos quantos dão o seu melhor por esta Instituíção.

Texto: A. Madeira

Foto: Facebook da BTEA

 

04
Mai22

História de Seia

 

Agosto - 2016 038.jpg

História

Oppidum Sena, antiga cidade de Sena, hoje Seia, foi fundada há 2400 anos pelos Túrdulos, povo pré-romano.

De fundação muito remota, esta aprazível cidade fica localizada na vertente ocidental da serra da Estrela. Em Seia, mas também um pouco por todo o concelho, há vários vestígios, desde há muito, da presença humana: antas, sepulturas antropomórficas, caminhos, pontes… são argumentos vivos desse facto.

A região senense apresenta vestígios da civilização romana, mas sofreu também um longo período de domínio árabe, sendo definitivamente conquistada por D. Fernando Magno (rei de Leão e Castela), em 1055. Há referências que este mandou edificar um castelo na zona central da cidade, onde se encontra a Igreja Matriz da cidade. Hoje, dessa provável construção, resta apenas a própria colina, onde atualmente é visível um aglomerado de casas dispostas em ruas estreitas e labirínticas, conducentes a este ponto mais elevado.

Em 1132, D. Afonso Henriques, ainda infante, doa os domínios de Seia ao seu valido João Viegas por reconhecimento de serviços prestados. Quatro anos depois, em 1136, o futuro primeiro rei de Portugal atribui a Seia o seu primeiro foral, designando-a de Civitatem Senam (cidade de Seia), albergando na altura no seu perímetro meia dúzia de pequenas povoações circunvizinhas. Pode dizer-se que foi a partir desta altura que se formou o concelho de Seia.

Nesse foral pode ler-se:

Eu, infante D. Afonso Henriques, Filho de D. Henrique, aprouve-me por boa paz de fazer este escrito de firmeza e estabilidade que firmo pelos séculos sem fim. A vós homens habitantes da cidade de Seia concedo que tenhais costumes muito melhores do que tivestes até aqui e isto tanto para vós como para vossos filhos e toda a vossa descendência. […] E os homens de Seia que pagam jugada que não vão ao fossado, nem ao moinho obrigados pelo senhor. E os cavaleiros de Seia que não pagam renda dos terrenos, não façam nenhum fossado a não ser o de Maio e o Apelido. […] Se um homem de Seia for mercar, se não for mais de duas vezes, não pague portagem. E da terceira vez pague. […]

Entretanto somaram-se outros forais: o de D. Afonso II, em 1217 e o de D. Afonso V, em 1479. Data de 1510 a outorga do último Foral, por D. Manuel I, sendo já o concelho composto pelos lugares de Passarela, Lages, Folhadosa, Pinhanços, Santa Comba, Sameice e outros pequenos casais.

No século XIX, o concelho viria a conhecer um substancial alargamento com a agregação de importantes concelhos tais como Alvoco da Serra, Loriga, Vila Verde, Santa Marinha, Sandomil, São Romão, Valezim, Vide, Vila Cova à Coelheira e Torroselo.

No início do século XX, o concelho estava então constituído por um novo quadro administrativo, com 29 freguesias e cerca de 115 pequenas povoações.

Hoje o concelho integra 21 freguesias, na sequência da reorganização administrativa do território das freguesias determinada pela Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro.

A 3 de julho de 1986, a vila de Seia é elevada a cidade e essa data viria a ser feriado municipal.

A enriquecer todo este vasto panorama histórico, falta salientar o que de mais genuíno tem esta região. É uma região fértil em água, terra de pastos, de primaveras amenas, paisagens deslumbrantes, que muito contribuem para o seu notável património natural e cultural. Os povos fixaram-se aqui há muito, a pastorícia vem do princípio dos tempos e a resiliência humana é admirável. Em suma, esta é uma terra de tradições, com história na indústria têxtil, na gastronomia, com o seu único e saboroso Queijo Serra da Estrela.

Testo: CMS

Foto: A. Madeira

26
Mar22

FILARMONIAS: Concertos das Bandas Filarmónicas na Casa Municipal da Cultura

 

banda 1.jpg

Cada Banda Filarmónica do concelho vai subir ao palco da Casa Municipal da Cultura uma vez ao ano. Os concertos integram o projeto “Filarmonias”, criado pelo Município como forma de valorização das coletividades musicais e do papel subjacente à sua atividade cultural.

Quase todas centenárias, as 5 bandas filarmónicas do concelho desempenham um papel preponderante na formação musical e na vida cultural das populações, contribuindo para o enriquecimento do concelho.

Neste âmbito, as bandas foram desafiadas a apresentar-se à comunidade em um concerto anual, complementado com músicos e cantores convidados.

A Sociedade Recreativa e Musical Loriguense será a primeira a subir ao palco do Cineteatro da Casa da Cultura de Seia. O concerto acontece já este domingo (27 de março), às 15h30, contando com a apresentação do CD ReEncontro gravado em setembro de 2021.

A “Banda de Loriga” irá interpretar obras e arranjos dos compositores Jacob de Haan, Michael Geisler, Willy Hautvast, Vitor Resende, Luís Cardoso, Carlos Amarelinho, e terá a participação de alunas de canto da Escola “Music & Voices” de Ana Carina Reis.

Os outros concertos estão agendados para 11 e 12 de junho, com a Banda Torroselense Estrela D’Alva, 18 de setembro, Sociedade Musical Estrela Da Beira (Santa Marinha), 23 de outubro, Academia de Santa Cecília (São Romão), finalizando a 13 de novembro, com a Banda Filarmónica 1º Janeiro (Carragozela).

Texto: CMS

Foto: Facebook da BTEA

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub