Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correio de Torroselo

Blog Regionalista da Beira Serra

Correio de Torroselo

Blog Regionalista da Beira Serra

24
Out13

Palmela

 

Igreja Paroquial de Palmela, fotografia obtida no Castelo, em tarde de Outono. Bonita Igreja, nesta linda vila do distrito de Setúbal, onde a ruralidade é uma constante, apesar da proximidade a Setúbal e Lisboa. A agricultura tem  um peso importante na economia local, designadamente -  o vinho, o queijo  e o pão.

23
Out13

A padaria de Torroselo

Neste edifício -  situado na Estrada da Beira,  funcionou durante muitos anos, a única padaria que conheci em Torroselo. Após o seu encerramento, não voltou a comer-se pão fabricado em Torroselo. Tudo acaba nesta vida, mas é sempre com alguma nostalgia que recordo este e outros acontecimentos que foram notícia na nossa terra. Não sei se houve outro propietário anterior, eu só tenho conhecimento do saudoso e bom torroselense, sr. Francisco Pinto.

22
Out13

Beldroegas

As beldroegas são uma planta infestante, desprezada por muitos, mas que é também saborosa, saudável e que nada custa. Comi pela primeira vez em Trás-os-Montes. Em sopa ou salada é deliciosa.

21
Out13

Fontenário que já não deita água

 

Torroselo tem água ao domicílio desde o início dos anos 60. São dessa época estes fontenários que a imagem nos mostra. Infelizmente, a grande maioria não deita pinga de água há alguns anos. Se é verdade que a população decresceu e, não se justificava todos estes fontenários em actividade, também é verdade que algumas dessas fontes deviam continuar a cumprir a função a que se destinavam. Assim não o entendeu a Câmara Municipal...

18
Out13

História de Oliveira do Hospital

Oliveira do Hospital é um dos mais belos concelhos do distrito de Coimbra e da Serra da Estrela. Aqui o visitante depara-se com surpreendentes retratos e refúgios encantados. Vestígios que remontam à Pré-história e tantos outros registos edificados por todo o concelho espelham a grandeza desta região. A actual sede de concelho nasce na época da 2ª cruzada, quando em São João de Jerusalém, na Terra Santa, é fundado um Hospital que irá receber os peregrinos doentes, estropiados e vítimas de ataques e assaltos, em tão longa caminhada que os levaria junto do Santo Sepulcro.

O primitivo nome da povoação havia sido Ulvária, que significa terreno alagadiço, onde há ulvas; de Ulvária terá derivado para Ulveira e daqui, por analogia e deturpação, para Oliveira. O nome «do Hospital» resulta exactamente da atribuição de uma Comenda à Ordem dos Monges de S. João de Jerusalém, Ordem dos Hospitalários, também conhecida por Ordem de Malta. Foi pois, no ano de 1120, que a Rainha Dª. Teresa, mãe de D. Afonso Henriques, fez a doação desta vila aos cavaleiros da referida Ordem. Tratava-se inicialmente de uma herdade entre Bobadela e Oliveira do Hospital, depois acrescentada em doações particulares e alargada nos seus domínios. Supõe-se mesmo que era exactamente em Oliveira do Hospital que a Ordem de Malta tinha a sua sede ou convento principal em edifício implantado no local onde actualmente se encontra o edifício dos Paços do Município e a Igreja Matriz.

Quando D. João III mandou fazer o Cadastro da População do Reino existiam na área do actual Concelho de Oliveira do Hospital, além desta, mais as seguintes Vilas ou Concelhos: Avô, Bobadela, Ervedal, Lagares, Lageosa, Lagos, Lourosa, Nogueira, Penalva de Riba d’Alva, S. Sebastião de Riba d’Alva, Seixo e Vila Pouca da Beira. D. Manuel I concedeu-lhe foral novo em 27 de Fevereiro de 1514. No século XVII já lhe pertencia a pequena paróquia de Lajeosa, mas foi durante o século XIX, com as sucessivas reformas de âmbito administrativo e judicial que, pela extinção dos pequenos concelhos limítrofes de Lagares, Lagos da Beira, Nogueira do Cravo e Bobadela, o concelho de Oliveira do Hospital ficou com 9 Freguesias e, mais tarde ainda, pela extinção dos Concelhos de Penalva de Alva, Ervedal da Beira, Avô e S. Gião, que ficou com um total de 20 Freguesias.

A partir de então o concelho de Oliveira do Hospital ficou praticamente com a área actual até 1988, ano em que foi criada a mais nova freguesia de Vila Franca da Beira por desanexação de um lugar da freguesia de Ervedal da Beira. E assim se formou o extenso concelho de Oliveira do Hospital, com 21 Freguesias e com 234,55 km2, o mais «nortenho» do distrito de Coimbra. A vila de Oliveira do Hospital foi elevada à categoria de cidade pela Lei nº 23/93, de 2 de Julho.

 

 http://www.cm-oliveiradohospital.pt

17
Out13

Banda Torroselense, nos anos 60!

 

Esta imagem da Banda Torroselense remonta aos anos 60. O maestro desse tempo era Carlos Mouzinho. Dos músicos, a grande maioria, já nos deixou para sempre. Francisco Pinto, Elisiário Campos e Joaquim Pires, eram os timoneiros dessa época. Destes, só Joaquim Pires é vivo. Na casa de ensaio havia uma televisão,- coisa rara para a época - onde a juventude passava as tardes de domingo a ver os filmes do Bonanza e outros, que a memória agora não recorda. Outros tempos...

Foto da net

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D