Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correio de Torroselo

Blog regionalista da beira serra

Correio de Torroselo

Blog regionalista da beira serra

Pelourinho de Torroselo

01.02.18

foto-escrita_85-138-64-11-183843.jpg

É provável que, nas terras onde hoje  está implantada a freguesia de Torroselo, tivesse existido um povoado de origem muito remota uma vez que, nesta área existem variados elementos arqueológicos, cuja datação é do século VI.

Nas antigas inquirições de 1258, sob a epígrafe "De Torroselo", existe a informação que diz que João Martins ali possuía uma herdade que era composta de quatro pequenos casais e que mais tarde, veio a ser vendida a D. Urraca Gato.

Nos finais do século XVI, Torroselo, hoje uma freguesia do concelho de Seia, adquiriu o estatuto de Vila pelo foral novo dado por D. Manuel aos 15 dias do mês de Maio de 1514. A Ordem do Templo e do Hospital e o Mosteiro de Coimbra possuíam na área deste novo Concelho algumas pequenas propriedades.

O pelourinho com a sua simples forma pousa em três degraus quadrados, cortados em esquadria, em cuja feitura se nota ligeiro trabalho de canteiro.

O primeiro de degrau está parcialmente enterrado no pavimento e o último destes elementos tem muito mais altura que os restantes degraus.

A coluna, na sua forma hexagonal em toda a sua altura de dois metros e vinte centímetros, ergue-se do último degrau onde é recebido em forma quadrada, por uma ligeira entrega. No topo deste elemento assenta o pequeno remate quadrangular que se desenvolve em pirâmide truncada, possuindo a pouca altura de trinta e cinco centímetros.

O pelourinho de Torroselo é do século XVI e deve ter sido construído logo após o recebimento do foral dado por D. Manuel I.

 

Foto: António Madeira

Texto: Renato e Sousa, in "Porta da Estrela" de 10-03-2006